Notícias

Na estrada em tempos de pandemia? Entenda o que não pode faltar na sua cabine

 

Para evitar uma intensificação de contágio do coronavírus, as pessoas foram obrigadas a ficar em casa, a economia, por consequência, acabou praticamente parando. Nas rodovias, o fluxo de veículos reduziu mais de 18% no primeiro mês de pandemia, segundo levantamento da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR). Como nas ruas das cidades, somente o essencial circula nas estradas. 

Muitas mercadorias, algumas delas produtos e equipamentos fundamentais para o combate ao Covid-19, só chegam pelas mãos dos caminhoneiros, alguns dos heróis invisíveis desta pandemia. Enfrentando lonjuras, infraestrutura precária e encarando prazos apertados para cumprir suas entregas, muitos dos caminhoneiros tinham a solidão da estrada quebrada, durante as paradas de descanso, na companhia de outros parceiros de boleia. Não têm mais e o ofício ficou ainda mais solitário em tempos de pandemia.

Cuidados para os caminhoneiros

Não cumprimente pessoas de forma próxima, com apertos de mão, abraços ou beijos. Mantenha um metro de distância.

Evite se apoiar ou tocar em lugares sem necessidade.

Evite ficar próximo de quem está tossindo e, nesses casos, se possível, oriente a essa pessoa que use máscara.

O álcool em gel deve fazer parte, a todo momento, do seu dia a dia. 

Higienize as mãos a cada 30 minutos ou sempre que tocar em algo.

Sempre que der uma parada, lave bem as mãos com água e sabão. Esfregue as palmas, entre os dedos e nas pontas, debaixo das unhas e nos punhos.

Após usar o banheiro e lavar bem as mãos, use papel toalha ou o cotovelo para tocar na maçaneta e abrir a porta.

Higienize bem o volante, o câmbio, o freio de mão e o painel do seu caminhão. Use, para isso, água e sabão ou álcool que tenha concentração superior a 70%.

Se possível, utilize talheres e pratos descartáveis ou tenha seus próprios utensílios para fazer refeições na estrada. Isso porque o coronavírus também passa pela saliva. Se os pratos e talheres não estiverem bem lavados, podem aumentar o risco de contágio.

Nunca compartilhe suas toalhas, sejam elas de banho ou de rosto.

Se você tiver os sintomas mais comuns do coronavírus (febre e tosse seca), fique em casa. Caso você esteja em viagem e comece a apresentar os sintomas, use máscara.